20 novembro 2005

O fio

O cordão sem fim,
Por fim partiu-se.
Agarrado a uma ponta mantive-me.
Sem saber se não devia cair,
Sem saber se não estava a cair,
Sempre sem saber...
Se a vida existia...
Ou se ainda vivia...

1 comentário:

  1. O cordão pode ter partido, mas há sempre esperança de viver...
    Bjs

    ResponderEliminar